Em 1819, os irmãos Giuseppe e Pietro Redaelli fundaram em Bonacina, nas margens do Lario, uma pequena forja para processamento de ferro e trefilação de fios.  

A atividade se desenvolveu rapidamente, de modo que, em 1851, uma segunda instalação foi aberta em Malavedo, estabelecendo assim, uma atividade em escala industrial. 

A empresa é legalmente constituída em 17 de abril de 1870

Em 1890, a Redaelli produziu o primeiro fornecimento de cabos de aço para teleféricos, e logo conseguiu adquirir a liderança entre os fabricantes internacionais de cabos de aço para o transporte de pessoas e materiais.

Com o início do novo século a expansão industrial continua com a abertura de seis novas instalações em Dervio, Lecco, Gardone Val Trompia, Nápoles e Milão (Rogoredo).

Em 1967, incorporou a Trafilerie e Corderie Italiane - TECI sediada em Sesto S.Giovanni - Milão, já uma marca histórica para cabos de aço e produtos para a elevação.

Durante a década de 1970, a Redaelli diversificou e expandiu as atividades dos produtos da siderurgia de Rogoredo para os seus derivados com o processamento do fio, até a concepção e instalação de suas próprias máquinas destinadas ao desenvolvimento e produção de cordões metálicos e cabos de aço.

No início dos anos noventa, concentra-se no projeto e fabricação de estruturas de tração, oferecendo soluções técnicas inovadoras e completas. Nas últimas décadas, o nome Redaelli está, portanto, ligado a um número impressionante de obras presentes em todo o mundo, tornando-se um líder internacional do setor. 

Em 2008, a Redaelli tornou-se parte do grupo Severstal-metiz. 

No outono de 2009, a instalação de Trieste foi oficialmente inaugurada, dedicada à produção de cabos «gigantes» destinados principalmente ao setor Offshore. 

A partir do lançamento deste produto exclusivo, a Redaelli conquista a liderança mundial do mercado no setor.

Em 17 de maio de 2010, a Redaelli foi premiada com o Guinness World Record para o cabo de aço mais pesado do mundo, conquistando um novo recorde a nível internacional com a mais ousada inovação em cabos de aço para a indústria offshore: o cabo resistente à rotação Flexpack com um peso líquido sem precedentes de 361,1 toneladas. 

A partir de 2011, a rede comercial é ampliada com a abertura das duas filiais comerciais em Xangai e no Rio de Janeiro; na China, a Redaelli atua principalmente na indústria offshore, enquanto no Brasil ocupa uma posição de liderança no setor do transporte de materiais e se afirma no setor das grandes obras, conquistando o fornecimento de sistemas de cabos de aço para a realização de três estádios para a Copa do Mundo de Futebol de 2014 - em Brasília, Salvador e Porto Alegre.

No dia 9 de setembro de 2013, a Redaelli foi premiada com o Guinness World Record pela terceira vez consecutiva.

O recorde do Flexpack mais recente atinge um comprimento de mais de 4 km, com um peso líquido superior a 430 toneladas. Um exemplo de excelência em todo o mundo entre os cabos especiais com desempenho do produto nunca antes alcançado.

A Redaelli participa da obra extraordinária de engenharia dos novos teleféricos do Monte Bianco, cujos sistemas, projetados com cabines giratórias de 360°, são realizados com a instalação de seus cabos.

Em 12 de janeiro de 2015, a Redaelli assume o controle das Empresas de direito russo AO Redaelli SSM e da Empresa de distribuição LLC Teci Rus; o novo Grupo Redaelli torna-se ainda mais competitivo no cenário mundial.

Em 28 de abril de 2017, a Redaelli começa a fazer parte do Grupo Teufelberger.  Os especialistas em cabos de aço Teufelberger e Redaelli, empresas líderes na produção de cabos de aço de alto desempenho, unem sua experiência exclusiva para fornecer as melhores soluções técnicas para cabos de aço e estabelecer uma presença global.

As conquistas de prestígio que sempre foram resultado da inovação contínua representam o sucesso tecnológico e industrial global da Redaelli.